Quinta-feira, 13 de Agosto de 2020

(49) 9 9823-4044

No Ar
Manhã Livre com Leonardo Bertoldi
Publicidade Lateral
Estatísticas
Visitas: 243853 Usuários Online: 5


Policia

Publicada em 31/07/20 às 08:15h - 193 visualizações
Vítima de Águas de Chapecó tem motocicleta restituída em grande operação que prendeu quadrilha

ClicRDC


 (Foto: ClicRDC)

A Polícia Civil desmantelou, na quinta-feira (30), uma quadrilha especializada em compras fraudulentas pela internet – que atuava na região Oeste de Santa Catarina. A ação policial foi uma força tarefa, coordenada pelo delegado André Beckman, do Núcleo de Inteligência da 12ª Delegacia Regional de Polícia, em Chapecó e envolveu as delegacias de São Carlos, Coronel Freitas, Planalto Alegre e Cunhataí.

Segundo a investigação, o suspeito enganava as vítimas ao enviar um comprovante de depósito falso, e afirmava que o dinheiro ficaria disponível apenas no dia seguinte, mas que o bem “comprado” deveria ser entregue ao transportador indicado por ele no mesmo dia. O transportador, então, levava o objeto que havia sido vendido pela internet até outros dois suspeitos, que moram no Rio Grande do Sul.

A investigação aponta que a quadrilha agia em Coronel Freitas e em Xanxerê, ambos os municípios no Oeste de Santa Catarina. Além disso, a Polícia Civil tomou conhecimento que uma vítima de Águas de Chapecó entregou uma motocicleta ao transportador, que seria entregue aos suspeitos no Rio Grande do Sul.

A ação da Polícia Civil acompanhou o transportador, que se dirigiu até o município de Ipê (RS), localizado a 341km de Chapecó (SC). Horas depois da chegada do transportador, os suspeitos chegaram ao local em um Fiat/Punto, segundo os policiais – que acompanhavam a movimentação. Quando os suspeitos foram descarregar a motocicleta, foram abordados e presos em flagrante por estelionato.

No local da prisão, além da motocicleta – avaliada em R$13 mil, ainda foi localizada uma plantadeira, avaliada em R$56 mil, que foi obtida pelo golpe praticado em Xanxerê. Os policiais também apreenderam R$ 1.455 mil em espécie no local.

Um print divulgado pela Polícia Civil destaca que um dos suspeitos zombou a vítima que acreditou no comprovante falso – chamando à de “burro de acreditar num comprovante”. A dupla de suspeitos foi conduzida para a central de plantão do Município de Vacaria (RS), local em que foi lavrado o auto de prisão em flagrante. A motocicleta foi restituída para a vítima em Águas de Chapecó (SC).





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Copyright (c) 2020 - Som das Águas FM - Todos os direitos reservados